Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

“ESTE AMOR 05”


Não acontece com todos deste mundo
Embora certamente foi comigo...
Paixão, guri na escola, amor profundo!
Por três vezes eu fiquei de castigo.

Pele morena boca tão formosa
Porta dos olhos, seda na cortina...
Cílios que ela batia bem dengosa,
Era minha perdição aquela mina.

De tanto ficar vendo tal beleza
O meu pescoço já estava torto
E paguei pelas falsas sutilezas...

Tal paixão desandou daquele porto...
Me chamou ela de zói de peixe morto,
Vivi de amor, primeira das tristezas




23/08/2015 18:07 - quartzo rosa
ESTOU ADORANDO ESSA SÉRIE...!

09/08/2015 13:48 - geraldinho do engenho
Não há no mundo quem não tenha vivido uma paixão dessas meu amigo e o mais incrível é as coisas boas da infância são inesquecíveis...Obrigado l pela visita e me perdoei, mas não consegui acessar seu conto a lambreta do Joel... A categoria erótico não aparece....Abraços e feliz dia dopais pra você também !

08/08/2015 09:20 - Jacó Filho
Quem já não viveu algo assim? Belíssimo mestre! Adorei... Parabéns! E que Deus nos abençoe e nos ilumine... Sempre...

01/08/2015 00:46 - Aila Brito
Inevitável, amigo! Creio que todos nós, já tivemos 'uma paixão na escola'. Um belíssimo soneto que nos remete a esse tempo juvenil! Parabéns, amigo! Que bom te ver! Logo estarás recuperado, se Deus quiser; e ELE há de querer. Abração.

31/07/2015 16:08 - Sonia de Fátima Machado Silva
Oi Trovador, como disse lá no face, eu repito aqui que é mais um belíssimo soneto da sua série ? Este amor? . Estou adorando essa série porque fico conhecendo sua noção de amor, tudo que pensa sobre ele. Gosto de descobrir a alma dos poetas. Nesse soneto percebo que fala de uma outra forma de amor, o primeiro. É tão especial né, porque é o primeiro e primeiro é sempre algo grandioso. Fica sempre na lembrança mesmo que tenha ferido de alguma forma como essa menina tolinha que te feriu. Menina cega essa, será que ela não viu os lindos olhos que tem? Posso falar né? Bem, o que importa mesmo é que nesse soneto você reverenciou essa fase tão linda que é quando se descobre os primeiros sentimentos e os experimenta. Eu não me apaixonei na escola não, mas eu já era uma sonhadora e tive sim minha paixão nesses sonhos tolos de menina, o ator Franco Gasparri das fotonovelas que lia escondida. Como vê eu sempre tive essa mania de sonhar com o inalcansável. Mas essas fases passam e o segundo amor, o terceiro e até o último tem suas próprias características, Boas ou ruins, mas nunca mágico como o primeiro amor né? Olhe seu soneto ficou demais e nos transportou ao nosso próprio tempo. e adorei conhecer um pouquinho de sua infãncia porque esse soneto é real né? Parabéns pelo soneto e pela série incrível. Beijos e até...

31/07/2015 14:48 - Meire Perola Santos
Lindo lindo lindo parabéns abraços

31/07/2015 12:14 - Miguel Jacó
Boa tarde trovador, teus versos enredam as paixões que nos são inevitáveis em nossa fase de adolescência, parabéns pelo incisivo soneto, um abraço, MJ.

31/07/2015 12:02 - Silva o poeta
Paixão seja ela joveal ou adolescente ânsia sempre nois deixa de perna pro ar.. Convido a ler minha frase ( a busca pela perfeição).

 
Trovador das Alterosas
Enviado por Trovador das Alterosas em 09/10/2019
Reeditado em 09/10/2019
Código do texto: T6765425
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Trovador das Alterosas
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
2548 textos (108741 leituras)
23 áudios (2488 audições)
2 e-livros (543 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/19 12:59)
Trovador das Alterosas