Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETOS EM TAUTOGRMA DE A ATÉ  Z

ASPIRAÇÕES ADIADAS 01

     Andei até a aldeia ansioso acreditando achar a almejada amante antes ativa acompanhante, admiradora acalorada.

     Acariciando as algaravías ainda assinadas ao acaso apresentadas aleatoriamente ansiando alcançar a alta aceitação aos artigos amostrados aos amados artistas amadores, aos atenciosos amigos, almejando ajudar-me animados a abrilhantar as amadoras articulações aqui arengadas.

     A aldeia apresentava-se abandonada, a amada aparecia afastando-se agora alcançando as alturas alucinantes abertas acalentando as aspirações almejadas antes.

     Aliciada a atender às ambicionadas autarquias a altura, a ampla acessibilidade aos avanços adquiridos após as anteriores alternativas alijadas.

     Ainda acredito, a alarmante ausência alimentará a antiga apatia antes atormentando a ansiedade, a angustia assustadora aos anseios ambicionados até agora.

Abraços aos amigos.



REDOMA RUSSA (A)

ASPIRAÇÃO ADIADA ( ()! )



Amada arma arapuca atrapalhada
Ansiando entender amante amado,
Adiciona ardido alho ao acém,
Assando assim ardente apimentado.

Abobado adorando agradecido,
Agride ao acepipe abençoado.
Assim atacou achando-se atrevido
Afoito foi aturdido amordaçado.

Amada agarrou aquele abobalhado
Amansou agradecendo à almejados
Agindo alegremente agora avança.

Acomodou-se amante apaixonada
Ainda avisa àos amantes açodados,
Aguardo aflita, agora abençoada.




BATEU SAUDADE

 
 
     
 
     
   Brotava bruxuleante brilho banhando brenhas brasileiras bravamente batendo breus, bases brumadas, baixadas. Bichos bailando balés; Bradavam breves balidos basicamente bravateando bobas borboletas beijando bromélias buscando beber benignas bolinhas brunidas brilhando briosamente bonitas, bruscamente banhadas bordando bucolicamente brotos benignos.

     Brincando batendo bicos, bando bilros belicosos barulhentos, bicavam besouros buscando buracos, benditos buracos brevemente burilados, bastião benfazejo bordejando barrancos baseados, bem bitolados, barragem bem barricada burlando bruscos bicos bestiais.

     Bem brasilianos, brevemente beberemos brindando besteirol.

Braços.


“REDOMA RUSSA”(B



ORGIA

Brinda bebendo bolhas borbulhantes
Brasas bruxuleantes bem bailado
Brevemente bem bêbados babantes
Brincarão belicoso batalhado.

Bobocas beijarão bem bruscamente
Beliscando, bradou beijar bastante,
Bela briga, bravata bem benigna.
Belo bravo batalha, Bela bante.

Brutos brigarão, boa badalação...
Batalha bem bolada, brincadeira.
Bela besuntadinha, belo bobo,

Beatificou busca boa benção…
Bom brinquedo, bonita barafunda,
Bocas beijam, bafejam bela bunda.



“REDOMA RUSSA”(C)



SEM CUECÃO DE COURO


Catando caracol Creusa Creusão
Compenetrado corta consolete,
Chegando concentrado capelão
Como a carência creu, carca cacete.

Creusa Creusão consegue caridade
Confessou consternando capitão…
Capitão compreende castidade
Confina com cadeia cão Carlão.

Curte cela, Carlão conquistador
Com cacetada carca companheiro
Como camaradagem, cai certeiro.

Compra cambada como catequista
Corrompe credo como cavalheiro
Comportado casou com carcereiro.

“REDOMA RUSSA”(C)






Meus amigos quem quiser experimentar é um lindo desafio, porque só o tautograma dá pra fazer bem, agora colocar na métrica como este é dose pra elefante.

Trovador caipira sifu... Mas consegui.


REDOMA RUSSA (D)


"ESTE AMOR

Deusa, divinamente declamada
Diva destes delírios dolorosos,
Deusa diretamente declarada
Dos ditos defensores decorosos.

Delicada descreve desejando
Duetando, discretamente dá dica,
Dosa docilidade demonstrando
Difícil despudor descomplica.

Dedicada, devota da decência
Desfila denodada distinção
Defendendo detalhe de demência


Desdobra, doutrinada direção,
Determinada dosa desistência…
Destemida... Depura devoção.




Tautograma letra "E" até agora o mais difícil e quem diria uma vogal e caramba dose pra anta.

“REDOMA RUSSA” (E)


A PROFESSORA .


Éncantadora, é eficiênte.
É especialista em emoção…
Escreve e envolve exata extremamente
Eletrizando em exaltação.

Eu era este escriba eterno esmorecido
Ela encontrou, educou entreportetando,
Estando encarregado ensandecido
Entendendo estampou, esbaratinou .

Ela enreda ética em expansão
Ensinando e embutindo extensa estética
Engloba elucidada exaltação.

Embevecida, enleva energética,
Ela encadernetou esta empolgação
Envolta em erma égide... Ecletica.

“REDOMA RUSSA” (E)



SONETOS EM TAUTOGRAMA "F"


FRANCISCO É MEU AMIGO CHEFE DE COZINHA E SEMPRE ME TRATA COM MUITO CARINHO, ELE PARTICIPOU DO MASTER CHEFE CUJA FINAL FOI NESTA TERÇA FEIRA NA REDE BAND, TORCI MUITO POR ELE, MAS FICOU EM SEGUNDO LUGAR ,MAS PARA MIM É SEMPRE PRIMEIRO. FIZ ESTE TAUTOGRAMA EM AGOSTO DE 2015

REDOMA RUSSA (F)

O CHEFE


Francisco festejando fala fiz
Frita fina fatia... Foi faisão.
Faminto frade fica fã feliz
Ficou freguês, fantástico fogão.

Fizeram filme, fita falsitosa.
Francisco frita, frango frigideira...
Filhota felizarda foi fogosa,
Fustigou fuça, fala fofoqueira.

O Francisco famoso fez freguês
Fez feijoada faturou finlandês
Firmou festa, fatura fidalguia…

Faturou fermentando fruta fez,
Frutada facetada forja fria,
Faz firula... Fidalgo fã francês.




“REDOMA RUSSA” (G)

GETULIO X GRUDENTINO


Getúlio governou greve geral
Ganhou gritado, grande galardão.
Granjeou gabarito, General
Graduado Gaúcho, grã gestão.

Grudentino grotesco grã golpista
Grudado garantindo governança.
Garimpa gatos gera só grevista
Galardado gari gera gastança.

Garimpando, garfando, gerencia.
Gosmenta germinada graduada.
Gratifica galera guaribada,

Gesticulando, guerra guerreava…
Gosmento, gerencia graduada…
Goza grana… Gerando grã garfada.





Quem conhece a história de Helena de Tróia acho que vai entender e mesmo assim questionarão o oitavo verso: “Hasteando heuristico hiato homônimo” Na ilíada de Homero conta que Hulísses era guerreiro e ao tomar partido na guerra, escolheu Liderar junto com Aquiles os exércitos de Menelau que foi desonrado por Páris quando roubou helena.

Hulísses Tinha esposa a qual não via há muitos anos e era chamada de Penélope “a fiel” e ele não admitia este comportamento de separar um casal que se amava, o que não era o caso de Menelau e Helena, mesmo assim ele hostilizava Páris colocando apelidos nele, o mais desonroso era o de covarde e que se comprovou quando Páris enfrentou Hulísses e ele ficou paralisado de medo sendo morto por Aquiles que também morreu nesta intentona.

Na verdade é muito difícil armar um soneto tentando colocar o máximo dentro da métrica sem usar vogais ou artigos como junções, então meus amigos me desculpem, mas terão de ler e adivinhar nas entrelinha o que o caipira aqui quis dizer. Vai dar trabalho pesquisar tantas palavras com H. Uma abraço galerinha do bem querer.

Há sim, Ulisses em portuguê é sem H por isto escrevi usando uma licença poétia e esperando que meus amigos sábios que lerem me perdoem.

REDOMA RUSSA (H)

Helena de Troia.

Há Helena humilhando-se habilmente
Homem, hábil, histórias hondulado.
Hábitante heretico habtualmente…
Histriônisisímo herói habilado.

Hulisses hostil homem honeroso,
Hipossuficiente herói heterônimo,
Hospedando hegocentrico horroroso.
Hasteando heuristico hiato homônimo.

Havia habilidade, há harmonia,
Houve histerismo, há hípica honraria.
Hulisses homológa hombriedade.

História hiláriante, hipotecrática
Humilha horáculando hoje heresia,
Haurindara homenagens... Henredadas.




REDOMA RUSSA (I)


GANHANDO VOTOS


Imperando ignorância inigualável
Incidência, idiota iniquidade.
Infere introspecção irada imputável
Implicando ilusória imunidade.

Implícita ideologia irosa
Implantar impostor ímpio implacável.
Impingindo imoral, indecorosa,
Ignorancia imposta... Inaceitável.

Imploro imediata independência
Impedimento ínfima insurgência
Intentona indelével intragável.

Intrínseca ironia implementada
Intimida intenção impulsionada…
Introduz indexado... Intransitável





“REDOMA RUSSA J”


Justo Jejum

Jurando jejuar justificando
Jantei jabupirá jerimum juá
Jubilava Jesus justamente
Jejuar justifica jantar já

Jamais jurei jantar já jejuando
Já juiz justiceiro juraria,
Justiça justaposta juramenta?
Justificar Jesus, jejuaria.

Jejuar justo junho? Já janeiro...
João Juramentou jangadeiro?
Jejuarei jantando jaburaca.

Jurubeba jurou jabitinaca
Jaguatirica judia jardineiro, .
Jejum, jacaré janta jararaca.




“REDOMA RUSSA” ( L )

ESTE AMOR


Levo lindas lembranças lacreádas
Laureadas luxúrias liciosas,
Loucuras lancinantes lapidadas
Lancetas lacrimosas levianas.

Lacrados labirintos liberados
Libera linda lua ludinosa,
Laurea libertinos laborados
Livra lineamento licoroso.

Lágrimas ilegítimas, larmosas,
Legadas largueadas lamentosas
Lapidou luminosa liberdade.

Luzidias labaredas, listadas…
Lampeja lucidêz lamuriádas.
Louvando liturgica liberdade.

REDOMA RUSSA (M)

MÃE

Minha missão mentor meu mantiver,
Me mostrando meu mundo mui mesquinho
Mediante mudança miss mulher...
Me manterei menor no meu mundinho.

Muitas missões ó maravilhosas
Meus mentores mandaram ministrar,
Mesmo megas missões melindorosas
Minimizam medindo mentalizmo.

Minhas missões marcaram meramente
Mágico movimento marcador
Magistralmente mais merecedor

Muito menor, movi modestamente,
Medindo, mãe, mulher, mais mirador,
Misteriosa marca morador,




REDOMA RUSSA (N)

Novelas delaglobo sem fim.




Negando navegar nu novamente
Nativa natural não nacarada,
Noviço nu nadou nervosamente
Nutrindo nervural não numerada.

Nada nado, ninguém nomearia,
Nós negaremos nossa nutrição,
No navio ninguém navegaria
Não norteará nossa negação.

Navegaremos nus nestes nevoeiros
Negligenciar novos noveleiros
Necessitando nulas novidades

Não, nestes nupciais namoradeiros,
Não nadarão no nossos negreiros,
Negando nossa nu natividade.


REDOMA RUSSA (O)

Lambisgóia D


Ocultandose observa obra ofegante
Obstupefato optando ousadamente,
Oscilava o oratório ofuscantante
Ouriçado olvidava orfimitente.

Observando oscilante obrigatório
Orgulhosa ostentou, otimiza orgia,
Obrigando ofuscante objurgatório
Objetivando observa onde ocorria.

Ocorrido otimiza opacidade
Odalisca ordenando obra objetiva.
Obcecada orienta ostentativa.

Olheiro ouriçavando obscenidade
Orientado ofertava ousadia
Orgasmos, odalisca oferecia.


Era assim se comia da couve antes casava na policia,
Agora os pais pagam para não casar.


“REDOMA RUSSA” ( P )

PRIMEIRA VEZ


Postergados por perene paixão
Porém, proibida pela parentagem...
Pintam pretexto para perdição,
Procurando por propria paisagem.

Pela periferia peregrinos
Par procurando por privacidade,
Prosseguindo por praia perscrutando
Penetram parque pra proximidade.

Provam preliminares preciosos
Pernoite prevaricam prazerosos…
Pelados prestigiam paz propícia.

Pertinente presente,perigosos...
Pronunciantes pérfidos, fogosos.
Pretendente procede par... Polícia.

Lula aconselha Dilma
em mensagem codificada.
Descobriram né Lula?

REDOMA RUSSA (Q)

(Q) QUE É DURO
Quando quiser queixoso quitamente
Qualifique qualquer quarto quentinho,
Querida, quarentena quando quente,
Queima quantitativo queixosinho.

Quase queima quadril quebranatado
Quadragésimo quepe quitaria
Questionei quartinho quadricado,
Quartinho quadralado quer quantia.

Querendo quatrocentas queijadinhas
Quererei quatrocentas quentadinhas
Quero quase quarenta qual quitados,

Quando quiser qualquer quadradazinha
Querendo queixarei qualicadinha,
Quebrarei queixosinho qual quebrado.


***********************************************


“REDOMA RUSSA” ( R)


Reerguendo o rei.
Beto carlos.

R


Ribombam, relâmpejos reluzentes,

Riscou repetiu resplandecer.
Rumorejam ramadas resistentes
Resistindo rajadas remoer.

Refugiou recente rapariga,
Recosta renitente receosa...
Recita runa rosa pevertida
Ressaltando renome Rubra Rosa.

Reacende resquícios rechaçados
Realiza rubor repudiado
Reassumindo risco ressarcido.

Relutou reabrir rima recente
Rendera renitente reincidente,
Recebendo rei rindo, reerguido.


*********************


Quando quiser queixoso quietamente
Qualifique qualquer quarto quentinho,
Querida, quarentena quando quente,
Queima quantitativo queixosinho.

Quase queimando quadril quebrantado
Quadragésimo quiproquó queria
Questionei quartinho qualificado,
Quartinho quadrado queima quantia.

Querendo quatrocentas queijadinhas
Quero quase quatrocentas quentinhas
Queria quarenta quiosques quitados,

Quando quiserem qualquer quadradinha
Querendo queixar qualificadinha,
Quebro queixoso queimando quebrado.



“REDOMA RUSSA" (S)

Viu`sò? Dá-lhe negão.

Sentada,senhorita sonhadora,
Segurava sentindo sediála
Secreta sentinela sedutora
Segredando sensiva sã senzala

Sinaliza acenando simplesmente
Semicerrou soleira separando.
Sacrificando sono secamente
Sacudindo suava suspirando.

Segue silenciosa submissão
Surgindo sorridente sentinela
Sempre sorri safado ser, sultão.

Seu sexo supergrosso sujeitou ela,
Sugando salivada sensação…
Sem segregação sem sequer sequela.

******************************

“REDOMA RUSSA” (T)

Mistura de coisas.


Tem toupeira, tatu, tem tamanduá,
Tarântula, tuím, tem taruíra,
Tucano, tesourinha, tangará
Tem tubarão, truvíra, tem traíra.

Turco, Telmo, Tonico, Tarciléte.
Tem Talita, Teresa, Tatiana,
Tem Tunísia, Turquia tem Tibete.
Tegucigalpa, Trípoli, Tirana.

Torta, tomate, temos, tapioca
Tulipa, tamarindo, trepadeira,
Tempestade, tornado, timoneira,

Tem terreiro, telhado, tem taboca
Traidor, temos traição tem tradição
Tecelã, tecelagem, tapeceira.


TAUTO / U / V / X / Z /.


“REDOMA RUSSA” ( U )


Estudantes no meu tempo militavam
pelo o que achavam certo, hoje...

U
Ultrapassada última lulante
Usando um ufanismo univiral,
Unificando umbral uni ultrajante
Usurpadores último urnamento.

Unívoco unanime urgafanado
Uberdade utiliza urnas urdidas,
Usufruindo última umbigada
Ultimata utilidade usufrutas.

Uns universitários ungulados
Ultrasensurador, unalidade
Ultrajante unidade urdecidido.

Unidrecionada unilidade
Urbanizado, undívago umbicido,
Utopia... Urgentíssima unidade.





O voto é vendido até
Por uma dose de cachaça...
Chega ao boteco
e paga cachaça pra gente,
Vou votar nele.

REDOMA RUSSA” (V)

Viageiro virando viramundo
Visionário viso ver vencer
Vejo velho virando vagabundo
Vendendo voto vivo viciado.

Vinte vinténs valendo virtuose
Vilão vende viabilização,
Vulgariza valores verdadeiro
Vi vendendo vilanica visão.

Varrer vaticinou vil varredoura
Vitimado vendeu velha vassoura.
Vingadores visou violação.

Vejo vaga vontade viradora,
Vomitados versares viverão…
Vaticinado vibro viração.




“REDOMA RUSSA” ( X )

E ninguém acredita que eles
andavam pelados e sem sentir
vergonha, agora...

X
Xatonildo xereta Xaorô
Xavecou xurunhá xina xexéu,
Xavecada xebeu xamã xangô
Xá xingou xatonildo xacotéu.

Xereta xingador xuxou xirú
Xiru xonada xoca xacotéu,
xeretando xodó xonou xucúru
xavecando, xiru xuxou Xexéu.

Xileno xavecou xirua xina
Xina xinga xirua xacribá
Xileno xacribá xuxou xainxá.

Xatonildo xonou xiru xilena,
Xileno xoa xirú xacribá,
Xatonildo xaveca xá xainxá.




“REDOMA RUSSA” ( Z )


Discutiram, brigaram e
ninguém comeu ninguém, acho...



Zuleica ziguezava zurumbeta
Ziraldo Ze zelosinho zombando
Ziraldo, zambelê, Zeca zambeta
Ze Zambelê zangado Ze zoando.

Zeferino Zapata Zebedeu
Zarpou zoando Zuza zucumbira,
Zeferino Zerando ze Zaqueu
Zagueirando Zuleica Zulumira.

Zefa Zuleica zarpa, Zucumbira
Zoando zeradaça Ze Zulmira
Zanzando zicador zeca Zaqueu.

Ze Zaqueu zagueirava Zucumbira,
Zulmira ziguezaga Zebedeu
Zuleica zoa zicar Zéca Zaqueu.





Obrigado mestre que Deus nos dê paz e conserve sempre nossa amizade.


29785-mini.jpg?v=1389972439

30/09/2019 15:37 - 
Jacó Filho

Imprimiste integralmente,
Infinda inteligência...
Inspiradas inferências
Inocentam indigentes...

Parabéns! E que Deus nos abençoe e nos ilumine... Sempre...
Para o texto: 
SONETO TAUTO I (T6755655)
Trovador das Alterosas
Enviado por Trovador das Alterosas em 29/09/2019
Reeditado em 20/10/2019
Código do texto: T6757000
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Trovador das Alterosas
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
2548 textos (108734 leituras)
23 áudios (2488 audições)
2 e-livros (543 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/19 01:39)
Trovador das Alterosas