Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

IOLANDA PINHEIRO




Se eu chegasse na festa d’Iolanda
Com certeza ia querer declamar
Pois nem doido deixaria passar
Essa chance que o céu nem sempre manda...


Tipo assim: eu parava logo a banda
E pedia pro povo se calar
Sapecava uma homenagem de lascar
Pra essa moça que no conto comanda...


Decretava valendo em todo o estado
Do Ceará o mais novo feriado
De hoje em diante em todo calendário...


Peço a Deus que siga te abençoando
E um abraço apertado agora mando
Parabéns pelo teu aniversário...





(No níver de ‘níve’ de Iolanda Pinheiro, a “Declamação” que ia ser cordel, acabou virando soneto.)






.
Stelo Queiroga
Enviado por Stelo Queiroga em 11/09/2019
Código do texto: T6742333
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Stelo Queiroga
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 60 anos
1125 textos (59648 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/08/20 09:27)
Stelo Queiroga