Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estação De Cores

     Tempo vivo e claro dum dia fugaz
     A radiosa, pura, estação de cores
     No bosque de vento quente voraz
     A doce fonte, outrora sem frescores.

     Raios luminosos tremem na paisagem
     — Rebento do sol, flama e contagia
     — Sonho vivaz tornou-se uma miragem
     Abrasada na mente, gerando ínfima fantasia.

    Não finda luz, sem que a rosa floresça
      — O inerme solo que se compadeça
    Recebendo da brisa celestial florear.

    Que essa paz, por séculos permaneça,
    Mágico incenso de alecrim do céu desça,
    Nesses meses de pétalas e orvalhar.



    Muito obrigada, mestre Jacó Filho, pela
    sua maravilhosa  interação, que muito me honra.

    Nesse universo das cores,
    Que a minha alma vive,
    Cada verso que redige,
    Alimenta meus amores...
Verdana Verdannis
Enviado por Verdana Verdannis em 15/07/2019
Reeditado em 17/07/2019
Código do texto: T6696630
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verdana Verdannis
Fortaleza - Ceará - Brasil
232 textos (22064 leituras)
54 áudios (2753 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/19 13:06)
Verdana Verdannis