Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Azul profundo e nasce uma poesia 
Ouço a canção do mar, é como prece 
O sol derrama luz na fantasia 
Logo aquece este amor que em mim floresce 


A gaivota enche o céu de uma alegria... 
Que minha alma se atenta e reconhece! 
Deus vive em cada ser, farol que guia! 
Sendo assim a esperança prevalece... 


A natureza grita expondo a fonte 
E meus olhos se perdem no horizonte 
Brilham ao contemplar a eternidade 


Dilúvio que chorei, fiz dele um canto! 
É tanto azul que esqueço todo o pranto 
E velejo no mar da liberdade


Janete Sales Dany
22/03/2019 ás 20:12 horas

Você pode ver este Soneto em Vídeo
Já no meu canal do YouTube
escreva na busca:
Soneto Paraíso Azul
Janete Sales Dany
Enviado por Janete Sales Dany em 22/03/2019
Código do texto: T6604863
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Janete Sales Dany
São Paulo - São Paulo - Brasil
584 textos (17157 leituras)
22 áudios (908 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/19 14:41)
Janete Sales Dany