Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONECTO




Tão logo com teus versos fiz contacto
Fui pr’além mar buscar rimas no acto
Devo dizer que impressionou-me o facto
De teu versar deixar-me estupefacto

Bem sei que aqui encontraria um jacto
Pulo ao sertão traria certo um cacto
Sem lançar mão do tal acordo ou pacto
Deixando o monstro(acordo ortográfico) adormecido intacto

Ocorre que idioma tão selecto
Oportuniza-nos tantos aspectos
Que nos permitem ser nem sempre rectos

E aí meu caro quanto mais reflicto
Mais me deparo com os muitos conflictos
Do português que amo e sou convicto...




(Sob o  “Im[pacto]” do bom soneto de Gustavo VS Ferreira.)






.



Stelo Queiroga
Enviado por Stelo Queiroga em 26/02/2019
Código do texto: T6584356
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Stelo Queiroga
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 60 anos
1125 textos (59649 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/08/20 11:02)
Stelo Queiroga