Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu tomo da pena


Poeta Antonio Agostinho

Eu tomo da pena
E narro a verdade
A minha humildade
Ninguém não condena


Pinto qualquer cena
Com muita beldade
Minha honestidade
É pura e serena

O mundo cruel
Ponho no papel
Com forte ironia

Nestes madrigais
Descrevo os anais
Da demagogia


Poeta Agostinho
Enviado por Poeta Agostinho em 12/02/2019
Código do texto: T6573188
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Agostinho
Russas - Ceará - Brasil, 64 anos
951 textos (11011 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/04/19 12:56)
Poeta Agostinho