Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETOS EM MOMENTOS POÉTICOS EM 2006 - DOUTRINA SOCIAL DA IGREJA E CATECISMO DA IGREJA CAT. ROMANA.

A FITA AZUL - RESPEITO PELA LIBERDADE RELIGIOSA, AOS NEGROS E ÀS MULHERES... À ECOLOGIA, AMOR À MÃE DE JESUS COMO PRESENTE DE JESUS AOS PÉS DA CRUZ: ASSIM JESUS O QUIS.

https://www.recantodasletras.com.br/experimental/6489535

______________

Oro por vocês! Amo a todos! Paz e oração.

Não deixem de orar em todo lugar e momento.

Não deixe de irem à santa Missa, orem o terço, comunguem e confessem a cada 3 meses é como um banho purificador a cada jornada de viagem.

Somos de Deus, seus filhos e filhas, então - procuremos nosso Pai, nosso Irmão Jesus, o Espírito Santo que nos faz forte na fraqueza e nos vacilos. A gente tem tempo para tanta coisa e quase nada para a oração e para Deus.

Dizemo-nos batizados e católicos e nem oramos e nem vamos à Igreja, nem comungamos e confessamos com fé e amor.

E vida passa e envelhecemos.
E chega a doença: deixamos de aumentar a fé, ouvir a palavra de Deus, comungar diretamente Jesus na Hóstia, alimento da nossa alma e cura de todos os males do corpo.
Eu CREIO NA IGREJA,
EM DEUS, EM JESUS,
VOU À MISSA E COMUNGO,
E CONFESSO.
E VOCÊ?.

J B PEREIRA

_____________

Obrigado, Senhor Deus!

“Recolhamos, como que num cesto, os dias, as semanas, os meses que vivemos, para oferecer tudo ao Senhor!
E questionemo-nos corajosamente: como estamos vivendo o tempo que Ele nos concedeu?
Usamo-lo sobretudo para nós mesmos, para os nossos interesses, ou sabemos usá-lo também para os outros?
Quanto tempo dedicamos a estar com Deus, na oração, no silêncio, na adoração?”
(Papa Francisco, 01/janeiro/2015)

____________________-

LEIA MEUS SONETOS -
PARA UM BOM DIA E PAZ E VIVER NA GRAÇA DE DEUS
E AMOR DE NOSSA SENHORA -
A DIRETORA DO CÉU JUNTO DE JESUS E OS SANTOS
E OS ANJOS
 NA COMUNHÃO DOS SANTOS - A MULTIDÃO DO APOCALIPSE
DIANTE DO TRONO DE DEUS.

LUCAS EVANGELISTA: 13, 18-21

"Disse Jesus:
“- A que é semelhante o Reino de Deus, e com que poderei compará-lo? É como um grão de mostarda que alguém pegou e semeou
no seu jardim: Cresceu, tornou-se um arbusto,
e os pássaros do Céu foram fazer ninhos nos seus ramos!”
Jesus disse ainda:
 “- Com que mais poderei comparar o Reino de Deus?
É como o fermento que uma mulher pegou e inseriu
em três porções de farinha, até tudo ficar fermentado!”

http://www.aparecidadasaguas.com/

Evangelho: Jesus valoriza a economia a mulher e o Reino de Deus tem a presença de Deus como e com o Cuidado de uma Mãe que cuida de nós.

Miremos o Exemplo lindo e puro de Maria - Amada por Deus - que nos ama e nos protege sempre..

Seja forte em Jesus.

Todos somos limitados embora tenhamos bons e grandes potenciais. Confiemos em Jesus, nosso único e maior Mestre dos mestres, o tesouro e a porta do Céu, rumo ao Infinitamente único e eficientemente realizador na Dimensão sobrenatural pela graça que vem ao encontro de nossa fraqueza, dificuldades e até mesmo nos nossos pecados.

O mais importante é o reconhecimento de nossa dignidade em Deus, o respeito mútuo e a contemplação não utilitarista da natureza. Dela, tira-se o sustento de nossa existência efêmera, breve. Nosso lugar é no Céu.

Invoquemos com amor filial todos os dias a Virgem MARIA - que diante de Deus implora por nós e nossos familiares. Com certeza! Eu creio pela fé aqui dentro de meu coração e no fundo de minha pequena inteligência: há o Pai Amoroso, um Irmão Generoso, o Espírito Santo que nos conforma e conduz à Eternidade.

Não Confundamos as proposta ideológicas e dos sistemas com o do Evangelho, o prazer não é a felicidade, pode ser um dos sinais...

Felicidade é estar bem consigo, com os outros, com Deus e viver com coerência ou ética...

J B PEREIRA

____

“Aparecida das Águas” nos convida:

Sejamos discípulos missionários do Redentor!

APOIO:
Nossa mensagem lhe foi útil?
 
Quer colaborar conosco?

Escreva para:

E-mail: contato@aparecidadasaguas.com

_______
29/10/2018 15:31 - jose joão bosco pereira --Leia o poema:__ LUIS VAZ DE CAMÕES ___ SONETO Amor é um fogo que arde sem se ver; / É ferida que dói, e não se sente; / É um contentamento descontente; / É dor que desatina sem doer. //__ É um não querer mais que bem querer; / É um andar solitário entre a gente; / É nunca contentar-se e contente; / É um cuidar que ganha em se perder;// ___ É querer estar preso por vontade; / É servir a quem vence, o vencedor; / É ter com quem nos mata, lealdade. //__ Mas como causar pode seu favor/ Nos corações humanos amizade, / Se tão contrário a si é o mesmo Amor?//___ Quanto a sua forma, o poema de Luís Vaz de Camões é:__ a) um soneto.  ___ O LIVRO__ J B PEREIRA:__

Na biblioteca procuro um livro!/
Quando o acho, fico contente./
O que descubro é exílio e lírio:/
A pesquisa é novo expoente.//

Ler parece um martírio, sem fim,/
Quando do livro não se tem gosto./
Mas se a leitura cativa a mim:/
O prazer está além do imposto.//

Se a vida não se reduz ao alvoroço,/
Urge criticar o conteúdo proposto/
Decorar fórmulas é só um esboço.//

Mire a alma ao infinito, ao conhecimento,/
Ao analisar as entrelinhas do não-dito./
Ao fim da pesquisa, sinto contentamento.//
____ANTROPEIA: J B PEREIRA ___

A vida flui no remoto passado,/
Mesmo havendo labirinto sutil,/
Fascínio em desígnio descoberto,/
Oculta e Impregna mistérios mil.//

O antropoide passou a pensar:/
O primata ludificou o fogo e o jogo./
Nele, liberdade flui como néctar.
A angústia da morte revela-se logo!//

A Renascença veio do humanismo./
A dicotomia entre filosofia e emoção./
descortinam desafio ao etnocentrismo.//

A síntese da inteligência é o coração./
Urge vencer a indiferença e o racismo./
A antropeia desafina; tolerar é sugestão.//  ___ VOVÓ LÉA DELVECCHIO TRINDADE

Com Lucas bebê ao colo sorrias,
Uma foto selara aquele momento.
O menino agora contigo dormias:
Olhavas feliz após o sofrimento,

Invocavas o Padre. Francisco Gonçalves,
Ao terço terno, em mui doses, cingias,
Milagre de Ave-Marias entre reveses.
A Nosso Senhor, em preces suaves pedias.

O céu coloriu de novo a nossa história!
O Lucas renascido a ti sempre amou.
Deus presenteou-o com a vovó querida.

Paraíso, cheio de bênçãos, das dores o livrou,
Contempla, ó Lea, a Trindade e a Virgem Maria,
Lucas, não esqueça de tua vovó amada em vida.
______ CANTO À ÁRVORE

A árvore, meu filho amigo, tem alma!
E ela nos serve de abrigo e nutrição...
A semente e brotos nascem da lama:
Vencer a fome: colher frutos é solução!

Mas, pai, por que este hino vamos evocando?
O pai narra: Zaqueu à árvore vai subindo,
nas escrituras, encontra o Cristo: “Daí desça,
a salvação reina nesta casa,” Quero que cresça.

O pai e filho se contemplaram na sombra!
Viva as árvores: nossa vida e, sentindo-as,
A posteridade canta cantigas, e história lembra!

Não são antíteses: os sicômoros e gentes:
Os filhos brincam, estudam debaixo delas!
E futuro e floresta amanhecem contentes.____AO FREI ORLANDO

Morada Nova tem mineiro franciscano!
A todos sorriam devido às suas piadas.
E o capelão ama pobre e o pequeno
Seu rosto rima com muitas risadas

Mostrou que o calor da amizade
Vale muito e enaltece o coração.
Viveu o evangelho na sinceridade:
A todos dava a palavra de irmão.

Aos soldados, na solidão, sua presença
agia solícito qual anjo da guarda.
Era riso a preencher do lar a ausência

Sua farda mortalha sagrada
Sua ternura sublime lembrança
De uma vida hóstia consagrada.
____ À CIDADE DE DIVINÓPOLIS

Que cidade tem aurora mais linda?
Que povo comemora 97 de lida?
Que hino suave canta este rincão?
Que mensagem encera teu refrão?

És tu, ó Divinópolis, terra amada!
És 93 anos de Jóia lapidada!
Mas temos 234 anos de caminhada.
Teu Brasão é alma encantada

Negros, bandeirantes, mineiros
Filhos de agora e Candidés Índios,
Todos, homenagens mil renderam
em trabalho, indústrias e prédios;
Ó céus!, por esta terra, morreram!
J B Pereira
Enviado por J B Pereira em 19/02/2012
Código do texto: T3508803
Classificação de conteúdo: seguro


EE Helio Penteado Cast...
OS SONETOS ACIMA ESTÃO EM MEU LIVRO - EDIÇÃO ESGOTADA DESDE 2006. ___ VEJA OUTROS POEMAS EM: https://www.recantodasletras.com.br/poesias/3508803

______ GRATO. Pela leitura. Leia a Bíblia e conheça a tradição da Igreja Católica Romana em dois mil anos de caminhada: entre acerto e erros. Viva o Papa Francisco, hoje. ___ Conheça a Doutrina Social da Igreja:
__ A Caridade, virtude teologal
Igreja de N. Senhora, Trondheim, Noruega.
A concórdia é fruto da virtude da caridade.

__ S. Tomás de Aquino: A sua doutrina é um dos pilares da Doutrina Social católica.
__ Papa Leão XIII, o papa da encíclica Rerum Novarum, escrita em 1891 (Sobre a novidade católica do mundo solidário, operário, do trabalho... do repeito aos direitos humanos...).
__ O papa Paulo VI, 1967, publicou documentos sociais e a encíclica Humanae Vitae.
__ João Paulo II deu ênfase à proteção dos valores cristãos da família e promoveu os encontros mundiais da família. Contra o aborto e a Eutanásia, os direitos da mulher, das crianças, idosos e os direitos de constituir família e ter ou não filhos segundo o projeto de Deus de modo responsável pela educação da sexualidade, da paternidade e maternidade corresponsáveis.
1991, Brasil__ "Não se constrói uma sociedade justa por cima da injustiça." A Justiça acontece quando há solidariedade e não um Estado ditatorial. O Evangelho está acima dos sistemas capitalista e socialista. O Evangelho é a Utopia de Jesus sobre o Reino de Deus e Amor a todos com deferência e compaixão.
__  Wilhelm Emmanuel von Ketteler, 1865, bispo de Mogúncia, pioneiro da Doutrina Social católica, citado por Bento XVI na encíclica Deus Caritas Est.

"Doutrina Social da Igreja (DSI) é o conjunto dos ensinamentos contidos na doutrina da Igreja Católica e no Magistério da Igreja Católica, constante de numerosas encíclicas e pronunciamentos dos papas inseridos na tradição multissecular, e que tem suas origens nos primórdios do cristianismo"
 e
"A doutrina social da Igreja se desenvolveu no século XIX por ocasião do encontro do Evangelho com a sociedade industrial moderna, suas novas estruturas para a produção de bens de consumo, sua nova concepção da sociedade, do Estado e da autoridade, suas novas formas de trabalho e de propriedade." [2] A Doutrina Social da Igreja considera que a "a norma fundamental do Estado deve ser a prossecução da justiça e que a finalidade de uma justa ordem social é garantir a cada um, no respeito ao princípio da subsidiariedade, a própria parte nos bens comuns." [3]"
em:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Doutrina_Social_da_Igreja

OBS: "... a existência da Doutrina Social da Igreja não implica a participação do clero na política, que é expressamente proibida pela Igreja, excepto em situações urgentes."

"Isto porque a missão de melhorar e "animar as realidades temporais", nomeadamente através da participação cívico-política, é destinada aos leigos.[6][7] "

___________

Referências


Ir para cima↑ Sollicitudo rei socialis

Ir para cima↑ Catecismo da Igreja Católica, 2420
&#8593; Ir para:a b Deus caritas est, 26-27. Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "Ketteler" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
Ir para cima&#8593; «Doutrina Social da Igreja (DSI)». Enciclopédia Católica Popular. Consultado em 8 de Junho de 2009.
Ir para cima&#8593; PONTIFÍCIO CONSELHO JUSTIÇA E PAZ (2004). «Compêndio da Doutrina Social da Igreja» (índice geral). Santa Sé. Consultado em 8 de Junho de 2009.

Ir para cima&#8593; IGREJA CATÓLICA (2000). Catecismo da Igreja Católica. Coimbra: Gráfica de Coimbra. pp. N. 2242. ISBN 972-603-208-3
Ir para cima&#8593; BARTOLOMEU SORGE (1998). Por Uma Civilização de Amor. A proposta social da Igreja. São Paulo: Pia Sociedade Filhas de São Paulo. pp. págs. 208 – 210. ISBN 85-356-0065-5
Ir para cima&#8593; GEORGE WEIGEL (2002). A Verdade do Catolicismo. Resposta a Dez Temas Controversos. Lisboa: Bertrand Editora. pp. págs. 155. ISBN 972-25-1255-2

Ir para cima&#8593; Compêndio DSI, 71
Ir para cima&#8593; Compêndio DSI, 89
Ir para cima&#8593; Idem, 2425
Ir para cima&#8593; Catecismo, 2467
Ir para cima&#8593; Cat., 1738
Ir para cima&#8593; Idem, 1740
Ir para cima&#8593; Conc. Vat. II, Const. apost. Gaudium et spes, 26
Ir para cima&#8593; Catecismo, 1913 - 1917
Ir para cima&#8593; Gaudium et spes, 48
Ir para cima&#8593; Rerum Novarum, 11-13.
Ir para cima&#8593; Centesimus annus, 48.
Ir para cima&#8593; Rerum Novarum, 15
Ir para cima&#8593; Laborem exercens, 10.
Ir para cima&#8593; Laborens exercens, 19
Ir para cima&#8593; Rerum Novarum, 60
Ir para cima&#8593; Compêndio DSI, 329.
Ir para cima&#8593; Centesimus annus, 43.
Ir para cima&#8593; Centesimus annus, 39

Ir para cima&#8593; Vatican Information Service 24.09.2007 -
Año XVII - Num. 159

FONTE DA PESQUISA:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Doutrina_Social_da_Igreja
_______________________

"Logo, a hierarquia eclesiástica "não está no negócio de formar ou dirigir governos" nem de escolher regimes políticos; ela está apenas "no negócio de formar o tipo de pessoa que consegue formar e dirigir governos nos quais a liberdade leva à genuína realização humana".[8]  "

E estude e conheça para amar e servir Jesus em sua Igreja -
  Santa por causa dele e pecadora por causa de todos nós pecadores:

___ http://www.paroquiaz.org/downloads/acolitos/livros/compendio.pdf:
Salva
J B Pereira e https://www.recantodasletras.com.br/poesias/3508803
Enviado por J B Pereira em 29/10/2018
Reeditado em 29/10/2018
Código do texto: T6489303
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2301 textos (1288921 leituras)
14 e-livros (91 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/19 04:01)
J B Pereira