Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

USINA POÉTICA





Se falam do teu engenho
Tenho que engrossar o coro
Já que nós, com todo o empenho
Chegar perto é desaforo...

vida é a matéria-prima
O amor o teu combustível
Perfeita a tua rima
Diz de tu alma sensível...

Usina pela doçura
Ou pelo mel que ofereces
Talvez o verso que cura...

Ou o álcool que nos aquece
Pra mim é qual rapadura
Que quem comeu nunca esquece ...



(Assuntando sobre um certo “Apelido de Usineiro”, do Doutor sonetista  fcunha lima.)






.
Stelo Queiroga
Enviado por Stelo Queiroga em 29/07/2018
Código do texto: T6403414
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Stelo Queiroga
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 60 anos
1125 textos (59648 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/08/20 10:53)
Stelo Queiroga