Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PIANO DE LÁGRIMAS


PIANO DE LÁGRIMAS
Silva Filho

Não deixe o verso morrer
Contaminado pelo desengano,
Molhando de lágrimas, o piano,
Ao ouvir um som, que faz sofrer.

Aquele verso que já deu prazer,
Pode ficar perdido, sem um plano,
Passível de sofrer um grave dano,
Que faz o seu passado fenecer.

Que lhe sejam injetados nutrimentos,
Da cozinha do estro, como alimentos,
Sendo este o melhor revigorante!

Se, porventura, vier o verso falecer,
Na sua lápide, logo mando escrever:
“Aqui jaz um grande verso lacrimante”


Silva Filho
Enviado por Silva Filho em 18/06/2017
Código do texto: T6031028
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Silva Filho
Teresina - Piauí - Brasil
971 textos (16473 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 17:52)