Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

no estado de sítio, força aos martelos!

“obrigado! caipira desgraçado! / por conseguir - apesar da preguiça - / me enriquecer - como se enche linguiça- / com seu trabalho mais dos agregados” (monteiro lobato a jeca tatu)

“dona benta... libertai a nastácia! / moderna escrava do século vinte! / a dor da angústia às gerações seguintes!... / a luta pra ser livre? pura audácia!”(reinações de dona benta)


seu lobato e a lei do menor esforço...
criação típica de parasitas!
meu chá das seis... às seis... pra seis visitas...

qual coluna presta como reforço
pra sustentar o demônio na fita?
demo ao povo bobo o poder do dorso!...

jeca tatu: sub- raça de amarelos!:
lobato de fato pegou de prima!
no estado de sítio, força aos martelos!:
rico em baixo e quem o mantém em cima!

que venha a chuva de muito bom clima
e espalhe as areias desse castelo!
justo o martelo do justo em duelo
eleva às alturas nossa autoestima!


28/07/2016


RENATO PASSOS DE BARROS
Enviado por RENATO PASSOS DE BARROS em 07/10/2016
Código do texto: T5784215
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
RENATO PASSOS DE BARROS
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 48 anos
164 textos (16374 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/05/21 19:12)
RENATO PASSOS DE BARROS