Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS DROGAS
Jorge Linhaça,
o Anjo das Letras
 
A droga cega alma e mata o corpo
Chega mansinho, promete alegria,
Vem na balada, na fala macia,
Simula ser reto aquilo que é torto
 
Aos poucos apaga a luz do seu dia
Quando percebe, o homem jaz morto
pela escuridão , de todo absorto
Escravizado por tal tirania.
 
Cessam os risos ,espalha-se o pranto,
na ânsia louca , cruel dependência,
turvos, os olhos, perdem seu encanto
 
Segue-se o crime, não há resistência!
Mais uma dose, ali outro tanto...
Esquece, o homem, sua consciência
 
 
 
Arandu, 23 de março de 2009 
 
Jorge Linhaça
Enviado por Jorge Linhaça em 23/01/2012
Código do texto: T3456523
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Jorge Linhaça
Salvador - Bahia - Brasil, 58 anos
3724 textos (797782 leituras)
95 áudios (13577 audições)
1 e-livros (282 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/07/20 01:20)
Jorge Linhaça