Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


A dor que há no teu coração
 
Longe de mim, você se mantém
E eu aceito essa tua decisão
Por saber que nada, nada detém
A dor que há no teu coração
 
Peço desculpa pela decepção
Que sem dúvidas vai muito além
Longe de mim, você se mantém
E eu aceito essa tua decisão
 
Eu me sinto sempre um refém
De uma cruel triste desolação
Que não me deixa me sentir bem
Por não haver entre nós o perdão
Longe de mim, você se mantém
 

Valdomiro Da Costa 04/01/2020



Interação
 

 

Cruel engano
 

Se estou longe, a culpa é tua,
esta é a verdade crua,
sabes o que aconteceu,
não queiras bancar o Romeu.
 
Vida triste, vida inglória,
eu me sinto desolada,
com esta insana história.
 
Longe estou, e vou ficar,
não sei vou te perdoar.
 
Pensei ser a tua amada.
 

HLuna 02/08/2020

 
 
 
 
 

 
SEMPREPOETA
Enviado por SEMPREPOETA em 01/08/2020
Reeditado em 02/08/2020
Código do texto: T7023488
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
SEMPREPOETA
Sumaré - São Paulo - Brasil
1342 textos (92478 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/08/20 16:06)
SEMPREPOETA