Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Volta da Saudade
 


Nessa manhã acordei
Com um chamado insistente,
Porém na cama eu fiquei
Bancando a indiferente.
 
É a saudade, imaginei,
Que se faz sempre presente,
Nesta manhã acordei
Com um chamado insistente.
 
Dela eu nunca me livrei
pois chega a ser insolente,
lágrimas não derramei,
com a situação deprimente,
nessa manhã acordei.



 ********

Minha querida poeta Helena deixou-me sua  participação. Obrigada amiga,

7517-mini.jpg?v=1593097532
 HLuna 27/06/2020 11:58 -

Não me livrei da saudade,
confesso, sim, é verdade,
dorme comigo na cama...
Acho que ela me ama.



**********

O querido mestre poeta Jacó Filho, veio prestifiar esse texto com sua bela participação.

29785-mini.jpg?v=1577104500

03/07/2020 16:19Jacó Filho

NO FRIO DA SAUDADE

Um visceral desejo é de novo, aceso,
Com tua ausência na madrugada fria.
Só as recordações me trazem alegria,
Enquanto o desgosto impõe seu peso.

As mãos te procuram sob as cobertas,
E o gelo do vazio destroça essa alma,
Que te sente aqui, impondo ressalvas,
Negando o calor que o amor desperta.

Um vento gelado assobia no telhado,
E um ruído agudo relembra teu nome.
Este frio cortante meu peito consome,

Sabendo que perdi do sonho dourado,
A essência divina, pra noites insones.
Ficando a saudade, por meu cicerone..

(Reedição)
Parabéns! E que Deus nos abençoe e nos ilumine... Sempre...

 
Hull de La Fuente
Enviado por Hull de La Fuente em 27/06/2020
Reeditado em 04/07/2020
Código do texto: T6989322
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Hull de La Fuente
Brasília - Distrito Federal - Brasil
2863 textos (512841 leituras)
2 e-livros (199 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/07/20 16:56)
Hull de La Fuente