Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
A canoa de cedro desceu o rio?
(Saudade da poetisa MaísaSilva)

Quem se foi num aceno, permanece...
Mas deixa um vazio, uma saudade acontecer
no que havia tanto de amizade... Se pudesse
viver tudo de novo iria mesmo fazer alguém sofrer?

No portal de sua vida, havia lugar que desce
até às feridas, à dor e à cruz, num sentido de dever...
Quem se foi num aceno, permanece...
Mas deixa um vazio, uma saudade acontecer...

Inteligente, competente, exótica, conhece
a bíblia e carrega sua cruz buscando a vida viver...
Tornando seu dia a dia um louvor a Deus, sua prece,
e deixando acontecer o que tiver de ser...
Quem se foi num aceno, permanece!
Eligio Moura
Enviado por Eligio Moura em 13/09/2019
Reeditado em 13/09/2019
Código do texto: T6743826
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eligio Moura
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1317 textos (30234 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/19 08:06)
Eligio Moura