Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENTREGA // RONDEL 33

 DEUS  SEJA  LOUVADO !          RONDEL  33


                                                  ENTREGA

                                    Guardei  todo  o  meu  amor
                                      Foi   somente  pra  te  dar
                                 Sê  pra  sempre  o  meu  cantor
                                      Mistérios  vou  desvendar
               
                                       Estrelas  irei   buscar
                                Hei  de  pra  ti  versos  compor
                                Guardei   todo   o   meu   amor
                                     Foi  somente  pra  te  dar

                                 Terás  de   mim   o   frescor
                                 Da   clara   manhã  a  brilhar
                                E  a  Primavera  cheia  de  cor
                                 Nossa   vida  há  de  encantar
                                 Guardei  todo  o  meu  amor
             
                               **************************
                   
                Jacozinho! O que você escreve me toca demais! Fico doida!
             Obrigada pela bela interação!

                                               A TUA ESPERA
 A tua espera minh'alma flutua,
 Sonhando tê-la em nossa casa...
 Minha paixão é versos em brasas,
 Descrendo o amor e saudade  tua...

 Imagino teu corpo numa deusa nua,
 Que todos desejam, aonde passas,
 A tua espera minh'alma flutua,
 Sonhando tê-la em nossa casa...

 Nas asas do sonho sobrevoo a rua,
 Aonde tu moras, digo em serenata,
 Que te quero e a paixão continua,
 E não importa se tu me maltratas...
 A tua espera minh'alma flutua...

*******************************

                     Obrigadíssima, querida poetisa HLuna!

                           SEM JEITO

                Este amor trago no peito,
                 nas noites de solidão,
                 é companhia no leito,
                 afaga o meu coração.

                    Relicário da paixão,
                amor com que me deleito.
                 Este amor trago no peito,
                  nas noites de solidão.

                  Quisera fosse perfeito,
              fogo ardente em combustão,
              porém, eu sei, não tem jeito
                   problema de ocasião
               Este amor trago no peito...

                ******************
Esther Lessa
Enviado por Esther Lessa em 31/07/2017
Reeditado em 05/08/2017
Código do texto: T6070319
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Esther Lessa
Vitória - Espírito Santo - Brasil
974 textos (78683 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 06:28)
Esther Lessa