Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Silêncio da Chuva

O Silêncio da Chuva, de Luiz  Alfredo Garcia- Roza,  Companhia de Letras, 262 páginas.

Num edifício- garagem no centro da cidade, numa rua movimentada, um homem é encontrado morto, caído sobre o volante de seu carro. A vítima é um jovem, rico executivo de uma empresa de mineração.

Esse acontecimento é presenciado por Max, cuja profissão é assaltar mulheres indefesas, nas garagens de supermercados, utilizando uma imitação de arma. Ele vê quando o homem entra no carro, acende um cigarro, ajeita um papel numa pasta, pega uma arma e aperta o gatilho na sua própria cabeça. O assaltante, oportunista, pega a arma para vender, pasta e sai correndo do local, vendo de relance um vulto aparentemente de mulher. Na rua, com calma, ele encontra  dentro da pasta 20 mil dólares e um bilhete endereçado a polícia  : “  A  polícia   Os vinte mil dólares são meu  pagamento para sumirem com  arma, com este bilhete, e arquivarem o caso por que não encontraram o autor do crime. Ninguém será prejudicado. Vocês podem ficar com a consciência tranqüila ,já que não estarão se apropriando indevidamente do dinheiro, eu o estou oferecendo.”

A polícia quando chega ao local do crime suspeita de latrocínio.
A partir desse acontecimento o autor, com uma narrativa ágil e cativante desenvolve sua história. Assim, entra em cena outros protagonistas e ocorre duas  mortes e dois desaparecimentos.

O inspetor Spinoza e a voz narrativa que conduz toda a história. Ele é um policial honesto, inconformado com certos aspectos de sua profissão e apaixonado por livros.

O Silêncio da Chuva mantém um clima de mistério e suspenso desde as minhas páginas, e apresenta um final inusitado e instigante. É um livro para ser lido em um só fôlego.
Roberto Passos do Amaral Pereira
Enviado por Roberto Passos do Amaral Pereira em 15/11/2011
Reeditado em 16/11/2011
Código do texto: T3336361

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Roberto Passos do Amaral Pereira
Vitória - Espírito Santo - Brasil
1288 textos (133431 leituras)
11 áudios (1593 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/11/19 13:01)
Roberto Passos do Amaral Pereira