Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

86 - Oitenta e Seis

 Talvez fizesse parte do jogo dizer que não ao que se queria. Vá lá, só um abraço, o que te custa? - Não. E a abordagem haveria de durar todo o tempo que se perderia. Daquela vez, não foi assim. Se queres quero ainda mais. No sexo puro e duro todo o pudor atrapalha. Afinal o pior estava ultrapassado, a cama era a mesma, o mosquiteiro uma tenda leve, a noite, acanhava a luz da vela. Só nós ardíamos. Arderíamos o resto do tempo sem querer saber de mais nada. Quando voltei livre e leve, moído e alegre a pergunta que não houve e a resposta que estava inscrita nas olheiras, no modo de estar:  Onde dormi? No céu, em cama de ferro, numa casa sem luz.
Edgardo Xavier
Enviado por Edgardo Xavier em 21/11/2019
Reeditado em 21/11/2019
Código do texto: T6800012
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Edgardo Xavier
Portugal, 73 anos
2537 textos (41906 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/01/20 22:11)
Edgardo Xavier