Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Antes era a pauta em branco

O coração é terra de ninguém;
quem planta não sabe quem...
É um rio que não sabe o caminho,
nem os desvios, nem os espinhos...

É um bicho meio selvagem...
Nele o amor sempre é novidade,
que vaga por entre as gentes,
sem um destino aparente...

Ele acontece do nada,
desse nada nasce um tudo...
Ele carece nascer todo dia
se cultivada a parceria...

É vida e muita energia...
Não se põe, só se compõe...
Mas quando não cultivado
logo, logo decompõe...
Eligio Moura
Enviado por Eligio Moura em 17/04/2020
Código do texto: T6920324
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Eligio Moura
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1692 textos (44586 leituras)
148 áudios (1592 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/04/21 04:18)
Eligio Moura