Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vigílias



Observo-te em silêncio pelas vigílias da noite, onde os pensamentos ganham asas, os sonhos criam forças, a realidade anda de mãos dadas com a imaginação.
Nas vigílias da noite, teu olhar é mais terno, revelam-me teus mistérios que outrora seria impossível reconhecer.
Na verdade a noite revela suas próprias verdades, vem lenta e calma, fazer moradia, é meu pouso certo para vestir-me de ousadia...
E permito-me adentrar na imensidão dos meus versos, muitas vezes escritos ao acaso, mas pela retina da noite posso vê-los desnudados, sentidos, aguçados desejos revelados, sem máscaras, sem pudores, anseios que imploram por ser concretizados...
Deixo-me levar pelos sonhos, que é onde te encontro além do real, nas vigílias da noite tudo é tão mais claro, os pensamentos, os sentimentos ganham cores e formas, o querer atinge outras dimensões.
É algo palpável, posso idealizar e te sentir ao meu lado, deixando as dores do dia de lado,  permito-me te amar sem regras, não preciso esconder o que sinto...
É nas vigílias da noite, em devaneios que transbordo de ensejos, e em teus braços consigo adormecer.

Andreia O Marques
Enviado por Andreia O Marques em 10/04/2021
Código do texto: T7228603
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Andreia O Marques
Nova Iguaçu - Rio de Janeiro - Brasil
410 textos (4047 leituras)
1 e-livros (31 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/05/21 21:58)
Andreia O Marques