Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando o filme (da vida...) começa...




         """ Aqui quase chego a jurar que isto não é chilique poético!...

       Geeeente! Acabo de sofrer mais um daqueles meus já conhecidos, embora quase sempre inopinados "ataques" de nostalgia, desta vez perigosa e tristemente agravado por nuances de mental e espiritualmente abatedora melancolia.
- Olha, gente! isto dói... Dói, dói, e mais ainda dói, que quaisquer demais sofrimentos interiores que nos possam acometer em nossos humanizadores e diuturnos enfrentamentos sentimentais...
...Quando cá com meus velhos botões confidentes sei, isso bem sei, que tal dilacerante dor interior vem me fazer lembrar que minha vida afetiva e social (sem aqui listar todas as minhas demais assimmeioassim proibitivas facetas sentimentais vitais...) começou a submergir num lodaçal de merda fedorentamente cagada, tão logo e paulatinamente -  sem dar-me conta da psicológica gravidade das situações - fui aceitando determinadas imposições dos que me rodeavam, e assim afastando-me gradativamente dos meus gostos e, principalmente, das pessoas que me eram verdadeiras e  desinteressadamente queridas.
     Então, com isso cabe-me aqui também lembrar que enquanto humanos, somos todos seres políticos e sociais...
...E assim sendo, mister se faz que façamos tudo que esteja ao nosso alcance para manter os nossos círculos de relacionamentos diretos, independente de possíveis e naturais rompimentos de amizade entre os demais amigos do grupo. """
     Cuidemos da nossa saúde física, mental, espiritual e relacional.

Armeniz Müller.
...Oarrazoadorpoético.
Armeniz Müller
Enviado por Armeniz Müller em 08/07/2020
Código do texto: T6999708
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Armeniz Müller
Curitiba - Paraná - Brasil, 67 anos
248 textos (1589 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 21:53)
Armeniz Müller