Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cortinas d'alma

Teimei com o sono
Mas, essa madrugada não veio
Não sei ao certo a razão
A ventania
Ou o abraço da solidão
E sonhar acordada foi o martírio
Sonhos que me trouxeram sorrisos
Que se evaporaram com a manhã
E seus primeiros raios de sol
Dormi já era dia
E acordei em seguida
As horas me chamavam
E com cara de sono
Respondi bom dia, eis me aqui
O dia passou em lentos passos
Lentos pensamentos
E agora que a noite cai
Cai o sono sobre meus olhos
Fecham-se as cortinas d'alma
Abrem-se as dos sonhos
E que sejam coloridos
E permaneçam comigo
Essa noite inteira
E por toda terça-feira.
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 26/08/2019
Código do texto: T6729879
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil
1354 textos (42142 leituras)
2 áudios (101 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/19 22:39)
Meri Viero