Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cortinas d'alma

Teimei com o sono
Mas, essa madrugada não veio
Não sei ao certo a razão
A ventania
Ou o abraço da solidão
E sonhar acordada foi o martírio
Sonhos que me trouxeram sorrisos
Que se evaporaram com a manhã
E seus primeiros raios de sol
Dormi já era dia
E acordei em seguida
As horas me chamavam
E com cara de sono
Respondi bom dia, eis me aqui
O dia passou em lentos passos
Lentos pensamentos
E agora que a noite cai
Cai o sono sobre meus olhos
Fecham-se as cortinas d'alma
Abrem-se as dos sonhos
E que sejam coloridos
E permaneçam comigo
Essa noite inteira
E por toda terça-feira.
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 26/08/2019
Código do texto: T6729879
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil
1464 textos (45860 leituras)
2 áudios (149 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/07/20 12:35)
Meri Viero