Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tristeza de Poeta

E cada palavra ainda ecoa...
Se tu soubesses
Tudo que consigo lembrar
Sem reticências
Mas, com cada vírgula em seu lugar
Das tantas negativas
A incerteza fazendo festa
Brincando com o verso
Desconsiderando o poeta
Que traz a tristeza no olhar
Se soubesse das palavras
Ecoam como se fossem falar
Tem voz e tem vez
No tempo que não volta
Porque nunca saiu do lugar
Percorro o caminho de um traço
Encontro em cada pedaço
O amor que é só teu
No poema que desenha
Fere essa alma tristonha
Porque sabe que o nome
Nunca será o meu.
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 07/08/2019
Código do texto: T6715023
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil
1464 textos (45860 leituras)
2 áudios (149 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/07/20 12:03)
Meri Viero