Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Insônia

Noites mal dormidas
Pedem algumas horas de descanso
De olhos fechados e esquecimento
No impossível paralisar de pensamentos
Noites de insônia
Trazem cama revirada
Coberta esparramada
E um travesseiro cúmplice
Do descaso das horas insones
Que mal fizeram os olhos?
Não percebe como doem?
Acostumaram-se a escuridão do quarto
Teimam em contar carneirinhos
No céu azul plastificado
Contaram para ti, sobre o frio?
Logo voltará...
Será que não poderias dar uma trégua?
Oh! Amiga indesejável
Não te quero mais por perto
Sinto muito
Não te perdoo mais
Brincas comigo
Não me deixas em paz
Ri das olheiras
Da inquietude
Tirou-me até os sonhos
Livrou-me das pequenas alegrias
Vai noite à fora...
Me deixe em paz.
Ah! E quando sair, não bata a porta
Espero já estar dormindo...
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 30/06/2019
Código do texto: T6685489
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil, 48 anos
1354 textos (42112 leituras)
2 áudios (98 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/19 03:12)
Meri Viero