Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"PROGRESSO" - Texto em 2 tempos

I - Local "x", Primavera de 1650, fim de tarde

O Sol desce no horizonte,
esparsas nuvens claras
são trespassadas, numa doce cadência,
por brilhantes raios de luz.
Um regato corre de mansinho,
água borbulhante de vida,
em que cintilam luzes de várias cores...
Enquanto sons de Vida,
de muitas vidas, se escutam.
Pássaros livres vão e vêem,
seus trinados enchendo os bosques,
enquanto num imenso tapete verde,
salpicado, aqui e além,
por pequenas sardas de muitas cores,
flores... animais diversos,
aqui um rato, além uma doninha,
mais ao fundo duas lebres
numa corrida sem meta...

Animais diversos, vivem e morrem,
mas a Natureza, essa...
Está plena de vigor
em todo o meu planeta!


II - Local "x", Primavera de 2050, fim de tarde

Os relógios marcam, exactos,
mais um fim de tarde sombrio.
Algures no céu há, certamente,
um pôr do sol fugidio.
Seria belo vê-lo, mas as nuvens...
E daí, estas nuvens de fumo cinzento,
quando não negro ou rubro de sangue,
são causadas por motivos úteis, necessários!

É o Progresso!
E a Civilização!

Nada de estéreis lamúrias!
Deveríamos festejar, dia após dia,
este advento do Homem Moderno!

Por toda a parte,
em toda a nova selva
(de concreto e betão)
uivam buzinas...
(máquinas, veículos, Progresso)
uivam sirenes...
(fábricas, linhas de montagem, Progresso)

Sons de vida humana,
sons que assinalam a vitória
(Sem perdão ou remissão)
do Homem sobre a Natureza!
(Progresso!)

O planeta não morre!
E que morra...
Há outros agora,
há naves satélites, foguetões!
(Progresso!)

E para os que assim não pensam:
MISSEÍS!

PROGRESSO???
Paulo_Vieira_Vanmitra
Enviado por Paulo_Vieira_Vanmitra em 15/05/2019
Código do texto: T6647962
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo_Vieira_Vanmitra
Almada - Setúbal - Portugal, 52 anos
3 textos (21 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/05/19 14:29)
Paulo_Vieira_Vanmitra