Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sobre a inutilidade do casa(excre)mento...


O casamento, faz lamento...
Relento de excrementos...
De sentimentos, sem tempos...
Para a fertilização de uma alma ética...
Um esteta, para o renascimento...
Das gônadas, que repousam ao sarcasmo...
De marasmo espiritual...
Que se faça uma agricultura de prazeres...
E dizeres, que os “casados”, são alados...
De um diagnóstico sombrio, de um bojo sadista...
Delineado, na realização da solidão, com champanhe...
Brindando com Baco, pelo vetor capitalista de uma família nuclear...
O excremento nupcial que espalha...
Párias, do “para-amor”, para,  o casar, com ares de espetáculo...
Sem pitacos...
E acompanhada de véu e grinalda...





zaccaz
Enviado por zaccaz em 14/04/2019
Código do texto: T6623562
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
zaccaz
Novo Horizonte - São Paulo - Brasil, 38 anos
436 textos (2993 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/08/20 21:30)
zaccaz