Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O pó das penas

As sereias cantam a tristeza do mar
As gaivotas insistem ao vento, o voo
Muita gente já deixou o sonho enterrado na areia
Cães, gatos e humanos - errantes
      Sem eira nem beira
   SÓ AREIA
do passado
Passam - com cinzas nas veias
E barro nos pés
Presos a nós e à teias
do caminho injusto e amargo
que trilham SÓS
Até que apenas reste
o PÓ




GISS
Enviado por GISS em 13/03/2018
Código do texto: T6278846
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
GISS
Botucatu - São Paulo - Brasil, 26 anos
67 textos (1672 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/18 02:38)
GISS