Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma Mulher

Há uma mulher que me ama e me odeia. Mas não me deixa. Admiro sua força interior, sua determinação, criatividade e sensibilidade. Amo cada detalhe de sua geografia.

Ela morde os lábios quando me deseja. Quando acaricio sua nuca, sua pele se arrrepia, seu corpo explode. Nossas respirações se misturam. Essa mulher diz que seu coração bate diferente e que sente algo que jamais imaginou.

Quando ela me beija me vira pelo avesso. Diz que deixo tatuado minha presença em seu corpo. A seu lado eu me sinto completo e inteiro. Ela me excita e me atenta. Ela faz amor gostoso. Ela me enlouquece de prazer.

Ela gosta dos meus beijos. Penso que diz a verdade. Ela possui olhos de lua e lábios que tem vida própria:tremem de emoção. Ela irradia sensualidade e feminilidade por todos os poros. Ela chora de alegria e de tristeza com a mesma facilidade.

Sua pele tem textura de flor. Seus toques são de orvalho. São cálidos e precisos.

Comungamos as mesmas canções.Viajamos de mãos dadas com os mesmos anjos.

Em sua presença salivo vontades; meu corpo tem urgências; busco sua essência de mulher. Gosto de morar em seus olhos, de repousar minha cabeça no conforto dos seus ombros. Sonho acordado em seus braços. Caminhamos nas nuvens quando nos encontramos.

Sei que gosta de mandar, mas hoje obedece ao amor.

Ela é sincera e direta. Não usa máscaras. Ela é ternura, mas sei que esconde uma certa bravura. Entre razão e coração ela sempre foi razão. Mas hoje se sente perdida, sem rumo, levada pela leveza do gostar, pois diz que o amor fragiliza.

Ela é brilhante, surpreendente e bem- humorada.Ela me arregala os olhos para a vida. Admiro a fala do seu silêncio.

Para essa mulher, amar de verdade é dividir tudo, e compartilhar faz parte do todo.

Poderia descrever vários motivos para não amá-la. Mas não sei explicar porque a amo.

Vestida de vinho tinto essa mulher me chama para o jogo do amor. Eu menino, meio tímido e sem jeito me rendo aos seus toques, beijos e carícias. Juntos, criamos um mundo paralelo e sério, mas ludicamente sedutor. Ela é mesmo especial.

Com ela aprendo um pouco mais das chegadas, partidas, dos encontros e despedidas. Essa mulher me alisa a alma.

Às vezes ela tem baixa autoestima, mas logo se realinha e se fortalece. Ela cresce a cada tropeço. Ela é um presente dos deuses. Ela é pertencimento e resiliência .

Essa mulher é pulsação, vida, crença e oração. Ela tem alma de artista.

Ela é uma mulher madura, mas diz que ama como uma adolescente.

Ela diz que sou seu tesouro e que não sabe dimensionar o valor, só imagina a perda.

Para essa mulher que de dia me ama e a noite me odeia, o amor sufoca de tão intenso.

Ela sabe como poucos, colocar palavras em seus sentimentos. De boba ela não tem nada!

Essa mulher que me ama e me odeia, relutou com todas as forças em aceitar o amor, mas finalmente se rendeu. Ela adoça o meu querer.
Roberto Passos do Amaral Pereira
Enviado por Roberto Passos do Amaral Pereira em 20/03/2011
Código do texto: T2859826

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Roberto Passos do Amaral Pereira
Vitória - Espírito Santo - Brasil
1288 textos (133431 leituras)
11 áudios (1593 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/11/19 10:07)
Roberto Passos do Amaral Pereira