Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

moro no grito da sua agonia

moro sozinho. moro no infinito. moro no grito da sua agonia. e a 0 hora e 15 minutos minha moradia fica a uma altitude a mais de quinhentos pés. és pensamentos de saudade também. e a minha pureza se vai quando você entra na agonia da criação de quando vai ser bom. serei possessivo e por isso queria ser a paisagem das suas criações. mas sei que depois não é mais agonia. é você que pousa. pousa. e não vou deixar você repousar até crescer o triz de sua alegria.
Quaresma
Enviado por Quaresma em 25/04/2009
Código do texto: T1559460
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Quaresma
Recife - Pernambuco - Brasil, 40 anos
79 textos (3571 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/10/19 18:07)
Quaresma