Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A cigana Esmeralda – Pontas de luz e círculos


 
Brandindo  a ponta da saia,  descrevendo círculos... Em meneios precisos, compõe a pausa. Sorri o encanto de expressar na dança, seu povo, sua gente...

Esmeralda é menina brincando com os pequeninos e encarnação da Grande Senhora quando desvenda a sabedoria nos olhos tristes. Reúne em si mil anos do feminino e partilha com quem se dispor a escutar o chamado da vida.

Olhos fixos em um ponto qualquer.... Saudades. Busca o amado em pensamento. Estão tão distantes... Ela sabe que pertencem um ao outro, acredita que ficarão juntos um dia e isto é o suficiente.


Mais uma vez a noite desceu e trouxe com o ar gelado, muito mais que um sopro de incertezas, agora é real e a ameaça está cada vez mais próxima. Esmeralda sonhou, intuiu e nas cartas do tarot  confirmou seu maior temor. Os bons tempos em despedida... As trevas ocultas em dias de terror e perseguição aproximavam-se...

A caça às  bruxas, sábias filhas da terra e suas irmãs ciganas. Matanças  trazidas por homens de Deus, agindo em nome de um pai que jamais condenaria suas filhas.

A Grande Mãe que  até então, gerava  frutos alimentando todos os filhos sem distinção, a partir daquele dia  choraria  em colheitas secas a ausência de suas crianças.

Mas não esta noite... o som do violino tangia os corações em despedida. Esmeralda prendeu o pranto e brandiu o xale como a espantar maus pensamentos.  O tecido vermelho ganhou os ares, soltam-se como se  ganhasse vida. Aconteceu  a mágica! 

A tristeza perdeu-se naquele segundo e todos sentiram  uma incrível vontade de festejar. A música em crescente, palmas  e castanholas por todo acampamento. O som das risadas e alegria retornou. Céu e terra neste instante,  assistiram a última dança. O vento sussurrou um lamento:

''Dança a dança da vida linda princesa dos tempos. Alcança mundos e perpetua o dom que há gerações correm em suas veias. Da tradição e passagens...Deusas e irmãs...Expressam presságios e bênçãos no transe da tua alma. Sinta a lua de prata ponteando a imensidão de estrelas. O fogo em chamas altíssimas, tentando  alcançar o tempo e trazer consigo algum elo perdido. Eles e você em sintonia...movem-se com o universo.

Enquanto Esmeralda dançava ... o mundo suspenso num átimo de segundo...  vislumbrou  o sagrado e prometeu  eternizar a luz dos portais. E o nome da cigana jamais foi esquecido.




Foto: Professora  Rhada Naschpitz
http://rhadanaschpitz.multiply.com/


Nos caminhos percorridos, na eternidade da alma e na liberdade do sentimento. 
                                                         Giselle Sato

GiselleSato
Enviado por GiselleSato em 29/03/2009
Reeditado em 30/03/2009
Código do texto: T1512939
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
GiselleSato
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
615 textos (333864 leituras)
6 áudios (1987 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/20 08:57)
GiselleSato