Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

tranquei todos os meus gostos na gaveta

já tranquei todos os meus gostos na gaveta. e o gosto dos teus lábios sussurra saudade. tranquei todos os meus gostos. soltos na ladeira. e sábios. sábios. tão sábios. perderam a vaidade. e antes que eu tranque os cacos de teus beijos. e poucos. não são poucos. tão poucos. vivo cada parte. e sequer sou mesmo esse abismo desmoronando. sequer louco de trancar todos os meus gostos. estão tortos. tortos. largados como se chegassem.
Quaresma
Enviado por Quaresma em 22/01/2009
Código do texto: T1399351

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de Flaviano Quaresma). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Quaresma
Recife - Pernambuco - Brasil, 40 anos
79 textos (3576 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/01/20 04:00)
Quaresma