Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ARQUI-INIMIGO TRANSCENDENTAL



Quem, afinal, é meu inimigo mortal?
  Minha família stricto sensu? (eu vou colocar o itálico na sua bunda)
  A vizinhança burguesa? Esta chafurdou em ostracismo!
  Algum algoz de longa data que sinto que esteja a minha altura?
  Sua potencial inexistência talvez explique minha crise de poder
  Nenhum capitão honroso com quem medir forças
  Parece que vagarei mais tempo no lombo do burro até encontrá-lo – este outro eu.
  A propósito,
não é o amor uma forma de ódio?
 Este conter aquele não deprecia o primeiro, senão que é toda a razão de seu vigor
  Talvez o mundo seja o meu inimigo, porque me jogou em adversidade infinita. Infinita em termos
  É certo que posso contá-la!
  Para depois cobrar o débito!
Rafael Cila Aguiar
Enviado por Rafael Cila Aguiar em 14/11/2020
Código do texto: T7111693
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Rafael Cila Aguiar
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 32 anos
453 textos (6385 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/04/21 20:27)
Rafael Cila Aguiar