Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reflexões sobre o tempo

Eu não poderia contar os meus dias em horas
Se assim fosse, não saberia onde está o agora
Eu não poderia contar as horas em minutos
Se assim fosse, o tempo seria diminuto

O agora está em algum lugar entre o aqui e lá
Mas o agora é uma pura abstração,
Que só pode ser concebida pela razão,
Presente ao que escreve e oculto ao que ouve está.
Quando não aqui e já aí:
Presente ao que ouve e oculto ao que escreve está.
Irrecuperável ainda que afável
Inalterável ainda que condenável

Do presente não podemos fugir
Mas no presente não podemos encontrar
Num paradoxo, firmamos um pé sobre o outro pé e caímos
E cada vez mais fundo, caímos
Enquanto somos sugados pelo presente
E nos escondemos da ausência que está sempre presente

A nossa cegueira não nos permitir ver que estamos cegos
Os olhos foram tirados para alimentar os nossos porcos
Que um dia serão alimento para os corvos
Se mantivermos o passo

O tempo presente não pode redimir o presente
O tempo passado é um presente revisitado pela mente
Se o presente não redime o presente
Tampouco pode a revisitação da mente.
O tempo futuro é um presente que virá
Se não pode o  presente que está
Como poderia um presente que será?

O tempo não redime o tempo
Só algo além do tempo poderia
R R Vieira
Enviado por R R Vieira em 22/05/2020
Reeditado em 22/05/2020
Código do texto: T6954542
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Áudio

Comentários

Sobre o autor
R R Vieira
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 30 anos
23 textos (1014 leituras)
11 áudios (461 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/08/20 23:56)