Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fênix

Corri para fugir de mim
Joguei meu sangue no mundo
Jorrei para dentro
Profundo
Intento
Caminhei entre íngremes florestas vazias
Senti cheiro de vida
Senti meu ventre aquecer
Mergulhei em mim
Não me afundo!
É meu submundo sem fim
Velejei na escuridão dos meus rios
Senti frio
Sombrio...
Acessei à memórias esquecidas
Apagadas
Rasgadas
Queimadas
Ungidas
Imergi
Me matei
Morri
Para renascer das minhas próprias cinzas
Com força
Com a selvageria que encontrei adormecida
Com o resgate da minha alma perdida
Com meu poder de intuição
Eu voltei!
Para transmutar essa visão.
Edwirges
Enviado por Edwirges em 15/05/2020
Código do texto: T6948368
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Edwirges
Juazeiro do Norte - Ceará - Brasil
53 textos (1179 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 16:53)
Edwirges