Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Casamento da Morte e do Inferno

O cheiro vermelho subia na presença da lua
E o cálice se enchia com a penumbra.
Os homens se escondiam
Mas daquele cálice sorveriam

Alto, cantavam uma música estranha
Cheia de dissonâncias e inconstâncias.
O som era púrpura
Com ocultas conjecturas

Vestiam um tecido embebido em sangue
Enquanto dançavam na presença da morte
Sem conhecer os futuros consortes
Que vestiam escarlate

Uns poucos buscavam a noiva
Desconhecendo noivo
Escondido pela noiva até a sua hora
Que em algum momento será o agora

A noiva vinha em um cavalo de cor amarela
E o noivo o seguia sem qualquer montaria
Um quarto do que estava guardado foi devorado
Por ambos, esfomeados
Contudo, os convidados permaneciam sentados

Os convidados se confundem com o banquete
Todos eles estavam presentes
E todos os presentes foram convidados
Mas alguns foram poupados
Do convite amaldiçoado
Dos que lá estavam
Todos foram devorados

O fogo do banquete
Nem de noite nem de dia se apagará
Para sempre a sua fumaça subirá
R R Vieira
Enviado por R R Vieira em 05/05/2020
Reeditado em 05/05/2020
Código do texto: T6938565
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Áudio

Comentários

Sobre o autor
R R Vieira
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 30 anos
23 textos (1068 leituras)
11 áudios (491 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 11:45)