Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Da Pacem Domine

Jerusalém brota no coração do homem.

Torna-se a alma peregrina.
                                                 Para dentro,
Caminha, descalço; um foco alvo e rubro
Encanta os passos para o fim de tudo –
O encontro de sua real face, eixo do mundo.
A Terra Santa brilha na alma vária.
                                                   Bruxuleia
E na estrada pedras e alacrões entopem os olhos.
Sarracenas são as víboras que a cercam, cidadela
Sarracenas são tais paixões que levas, o alforje
Onde guardas, homem, teu punhal de língua
E a mão abrupta, na carícia de tua fêmea infâmia.
Saladino está em ti. O outro, deixa-o com os mouros.
Vês o Cordeiro e o templário válido, a cruz no peito
E a espada por Ele prometida, não a paz. Rasgam-te ao meio.
Lacraias não são mais. As pedras erguerão um novo templo
Que és tu, sagrado cavaleiro. Agora sim, dentro de ti
Jerusalém encontrarás.

Rodrigo C Pereira
Enviado por Rodrigo C Pereira em 18/08/2019
Código do texto: T6723335
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo C Pereira
São Luís - Maranhão - Brasil, 41 anos
33 textos (354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/19 12:51)
Rodrigo C Pereira