Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Grito de liberdade

Não tente,
me aprisionar,
impor suas regras,
vir com argumentos.

Nada disso irá me fazer recuar.

Sou como a água da nascente,
clara e transparente,
frágil na aparência,
forte na essência,

Sigo o caminho interno do meu rio,
o meu coração é o meu norte.

Sou como o fogo,
se tentar reprimir,
certamente irei explodir.

Se tiver a força respeitada.
irei aquecer,
unir,
transmutar,
ao invés de provocar uma queimada.

Rédeas não prendem,
a minha alma livre,
como um pássaro no céu.

Sou o grito de liberdade,
da conectividade,
com o meu Eu Maior.

Sou simples assim!

A natureza é a minha mestra,
ela é quem me ensina,
me faz feliz e fascina!

Meu sentir está além,
das palavras e discussões,
é o meu elo com o divino.

Quando quiser ser ouvido,
volte-se para dentro de si mesmo,
e lembre-se de que somente você,
é dono de si mesmo,
e por mais que isso possa incomodar,
aos que tentam te limitar,
em sua mente e coração,
apenas você pode mandar.



Kunti
kunti
Enviado por kunti em 09/10/2017
Reeditado em 13/01/2018
Código do texto: T6137495
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
kunti
São Paulo - São Paulo - Brasil, 53 anos
1014 textos (43931 leituras)
18 áudios (400 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/19 18:15)
kunti