Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anjo Malvado

De Jose Borges/

Como anjo do sexo
Você adentra o meu
Habitar.

      Com um toque simples
      Abre a cortina do quarto,
      Porque lá porta não há

Aproxima se de mim com
Leveza no andar... Da- me
Asa aos sentimentos como
Se eu fosse levitar.

      Sinto-me leve
      Tão leve que
      Entrego-me
      Sem restrições
      Aos voos da
      Imaginação!

Quero te sentir
Quero te cheirar
Quero te tocar
Com beijos como
Faz o beija flor!

      Mas na ânsia de te tocar
      Você desaparece no ar.
      Sinto-me um naufrago em
      Alto-mar, não querendo.
      Se afogar.

Apavorado acordo
Assustado, olhando
Para. Todos os lados
Do quarto!

      Não te vejo
      Não te sinto
      O que sinto são as batidas
      Aceleradas da carência do
      Meu coração.

Agora acordado,...
Meu corpo dolorido e
Suado reclama à tua
Ausência!
 
Onde tu te escondeste
Anjo malvado!!!

Autoria: José Borges da Silva Filho
Poetahdasletras
04/07/2013
Poetahdasletras
Enviado por Poetahdasletras em 04/07/2013
Reeditado em 22/07/2014
Código do texto: T4371944
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Poetahdasletras
São Paulo - São Paulo - Brasil, 60 anos
1889 textos (30538 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/01/20 22:26)
Poetahdasletras