Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BEIRA RIO

Instante incômodo.
Onde a chuva torrencial
prenuncia possível mal.
O rio é semimorto,
            semi-rio,
            semi-vida.
Não são águas que correm:
escorre lodo,
             lama,
             esgoto.
O aguaceiro arruaceiro
desbanca a margem:
                    barranco,
                    ultraje,
                    de um rio sem barco.
É chuva,
é lama,
é ser que se inflama,
na expectativa do
transbordamento.
Minha vida esguia
se encolhe.
Filete agudo,
serpentiforme,
quase uma enguia,
no meio do roldão pesado
do rio descontrolado...

Jess
Enviado por Jess em 31/12/2006
Código do texto: T332786

Comentários

Sobre o autor
Jess
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil, 57 anos
170 textos (18715 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 04:05)
Jess