Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

de um ex suicida

Apenas um desabafo de um futuro ex. suicida. A historia está se repetindo, os cortes, a depressão, a insegurança, tudo, absolutamente tudo. Você pega um táxi põe o fone de ouvidos e começa a escutar músicas, quando chega ao seu destino pensa se é realmente isso que você quer e não encontra resposta alguma, chega em casa, se tranca no banheiro e começa fazer marcas, a criar cicatrizes que serão eternas, você vê o sangue sair do seu corpo e não se arrepende, sente um alivio, apenas fecha os olhos e sente o momento como se fosse o último da sua vida inteira, algumas vezes saem lágrimas dos seus olhos por lembrar tudo o que te fez chegar aquele ponto, sentado no box do banheiro com uma lâmina em mãos e cortes por todo o corpo com o chão cheio de sangue. É como se jogar de cima de um arranha-céu, não tem volta nem como parar, você sente o vento no seu rosto e ouve bem de fundo os passos do medo chegando bem pertinho de você, você cogita no suicídio por que com ele todos os seus problemas acabariam, porém você os deixaria para outros então prefere se auto-mutilar, se auto-destruir, você sabe que não está nada bem mas também não tem mais outra saída, não tem outra opção, você já tentou de tudo e nada deu certo. Tudo sempre dá errado e você acaba com o coração partido, com seu interior dilacerado, não só pelo fim de um romance, mas por tudo o que te aconteceu antes e depois do fim dele. Todas as cicatrizes te fazem lembrar dores antigas e as fazem ressurgir das cinzas, como a fênix que ressurgi mesmo depois de morta, assim são suas dores elas voltam a te atormentar, elas te fazem desacreditar do amor, das pessoas, de deus, da bíblia, de lúcifer vulgo demônio ou satanás, de boas intenções, de sentimentos, te obrigam a ficar frio, a ficar insensível e você sabe que precisa de um tempo só pra você, mas simplesmente não consegue esse tempo, você quer sumir e se enfiar dentro de uma bolha de ar, anti-depressivos? Dezenas de remédios? Não fazem mais efeito, só me deixam entorpecido e com sono e que é bom pois o sono adia meu sofrimento, mas me decepciono quando abro os olhos e percebo que ainda estou vivo. Por isso morro em um mundo só meu e é o melhor mundo em que já vivi, já que meus lugares foram estragados, já que os rostos foram estragados, os caminhos foram estragados, o amor foi estragado, as palavras foram estragadas e as lágrimas já não existem mais. Você e vocês não tem ideia do que fizeram comigo, tiraram toda minha inocência, minha ingenuidade, tiraram tudo de bom que havia em mim, vocês são apenas sangue-sugas traiçoeiras que se dizem irmãos, vocês são a escoria da sociedade, o lixo humano que se diz perseguidos por disseminar seu preconceito e conceitos basiados no nada. Eu odeio todos vocês e quero que vocês se fodam na casa do caralho, odeio suas vozes, seus gritos, suas expressões, seus delírios, odeio tudo em vocês, mas respeito pois acredito que sou mais compreensivo que vocês. Pois então, isso é tudo o que tenho a dizer, obrigado se você leu até o final.
David Alex
Enviado por David Alex em 14/05/2020
Código do texto: T6946908
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
David Alex
Santo Estevão - Bahia - Brasil
166 textos (1674 leituras)
1 e-livros (14 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 12:24)
David Alex