Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Canto a minha Mãe.

Enquanto estavas em existência,
espalha-se benevolência e compaixão,
hoje minha maldade desfalece,
quando brotas em meu coração.
Eu me sinto culto pelos teus ensinamentos,
e exorbitante ao teu amor,
tua falta é nostalgia,
pois não fui fiel a altura do teu vigor.
Hoje vens em vislumbres no meu íntimo,
em sonhos e pensamentos que me faz lembrar,
do teu rosto a me sorrir,
é impossível não chorar.





EdulCarlos
Enviado por EdulCarlos em 11/05/2020
Reeditado em 11/05/2020
Código do texto: T6944112
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
EdulCarlos
Campina Grande - Paraíba - Brasil, 26 anos
16 textos (192 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 12:23)
EdulCarlos