Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É HORA DE IR
É hora, é hora de ir embora
Os sonhos de outrora esvaiu-se
Seus olhos deixaram de brilhar
Sua vontade de ficar, não há
Esmaeceu, sucumbiu, desmoronou.
É hora, eu peço que vá
Querer enganar não adianta
Muito menos querer se enganar.
Onde a agulha perdeu o laço?
Onde o costurar não alinhavou?
Não se culpe, meu bem!
Eu vou ficar bem, juro que vou!
Lágrimas cairão, inundarão rios
Bagunçarão meus pensamentos
Destroçarão meu coração
Mas vá, nem olhe para trás
As feridas cicatrizarão
E vamos sobreviver, vamos sim
Em meio a lembranças
E a sorrisos sem querer
Quando o nosso inconsciente
Tocar naqueles bons momentos
Nunca é tarde para rememorar
E reviver sentimentos guardados
Numa distante saudade
Do que um dia nós vivemos.
JOEL MARINHO
Joel Marinho
Enviado por Joel Marinho em 26/09/2019
Código do texto: T6754465
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Joel Marinho). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Joel Marinho
Manaus - Amazonas - Brasil, 44 anos
877 textos (12180 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/01/20 18:56)
Joel Marinho

Site do Escritor