Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pai passarinho

Seu olhar de índio
Os via na mata, logo sabia quem era
Meu passarinho!
Assobiava um canto
Para o bem-te-vi
E como bem-te-quis, meu pai!
Esperava seu tempo
Tocava para ouvi-lo cantar
Era o uirapuru!
A voz mais forte
E suave
Cada nota grave da vida
Restava o seu amor a me ninhar
Sinto tanto, sei que sou você a seguir
Sua voz a se propagar
Estou tentando ir
Vivo tentando, mas queria mesmo
Ser aquela menina no fim da tarde a te abraçar...

Madame F
Enviado por Madame F em 11/08/2019
Reeditado em 14/08/2019
Código do texto: T6717883
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Madame F
Maringá - Paraná - Brasil, 34 anos
114 textos (5309 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/19 04:45)
Madame F