Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Continuando................................

Sobre o peso da palavra
O passo segue
Pela estrada
Que me precede

Não há sede
O caminho segue
Não se cede

Atravesso os pontos
Enclinados em pedaços

Saidas pelos espaços
Em lugares descalços

O tempo é meu traço
O momento eu passo
Em certo verso
Onde o eu disfaço

O diálogo do idiota
Fala o que ouve a porta
Escuta o que ve o sentido

Caminha o passado

Atravessado

Em leve embargo

Mascarado

O presente levo em lugar prudente

Sobre o futuro penso diferente

É um resto feito pelo gesto
Que posso me detestar
Ou me aliviar...
Á alma é barata
Enviado por Á alma é barata em 31/03/2010
Código do texto: T2170441

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Á alma é barata
Suzano - São Paulo - Brasil, 33 anos
162 textos (4954 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/20 08:24)
Á alma é barata