Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LAMENTO DE SIÃO

Como cantaremos um cântico de Sião,
Em terras longes estrangeiras.
Os que nos oprimem pedem uma canção.
                     
Às margens dos rios de Babilônia,
Só nos resta sentar e chorar
Pelas lembranças de nossa nação.
                       
Nos galhos dos frondosos salgueiros,
Dependuramos nossas harpas,
Que hoje insinuam um canto funéreo.
                       
Não há júbilo, o lírico é luto
Como esquecer de nossa Jerusalém
Como cantar músicas de alegria
Não há mais rodas de danças
A rapsódia só se for de tristezas.
(lamento)
                    
Só ficou saudades
Saudades da filha de Sião.
(Jerusalém)
Tudo por nossa transgressão
E pelo nosso duro coração.
                     
Leva-nos de volta, Senhor
Abre as portas do cativeiro,
Como pássaros, traze-nos de volta
A nossa antiga habitação.


 

https://www.youtube.com/watch?v=FnaRLYwgP9s
JESE FERREIRA poesias
Enviado por JESE FERREIRA poesias em 05/10/2019
Código do texto: T6761648
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria do poeta brasileiro cristão Jese Ferreira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JESE FERREIRA poesias
Bebedouro - São Paulo - Brasil, 38 anos
162 textos (5845 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/19 13:22)
JESE FERREIRA poesias