Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENLUTADOS DA FÉ

Homens sem vida
Que choram por uma coisa perdida
Algo em que lhes davam confiança
 Algo que é  morto e foi enterrado
Porém que deixaram deste lado
outros mortos, mas andantes,
cambaleantes.
Falo:
Dos prostados
Dos chagados
Dos contrariados
Os quais guardaram suas armaduras num armário,
seus escudos atrás de um criado-mudo
e esconderam suas espadas embotadas.
Embotadas assim como suas forças
que não mais existem.
Como não existe mais ânimo
para combater as batalhas
e coragem para atravessar
o rio Jordão.

Mas hoje, Jeová Rafá sara
os soldados feridos.

Diga aos enlutados da fé:
Que hoje Deus ressuscita o seu arrimo. 

Diga aos desertores da vida:
Que Jeová Sabaoth
luta as suas lutas.

Então retirem do armário suas armaduras,
peguem do escudo atrás do criado-mudo
e afiem suas espadas embotadas.

Uma vez que,
o El Shaddai está ao lado,
é Ele que vai à frente.
E dá forças para saírem da estafa
e os colocarem novamente de pé.
Para atravessarem o rio Jordão
e conquistar a tão sonhada Terra Prometida.



 
Nota:  Se gostar de uma poesia de ânimo, peço que leia
Náufragos, na Ilha dos Perdidos.
É bem parecida

 
JESE FERREIRA poesias
Enviado por JESE FERREIRA poesias em 08/06/2019
Reeditado em 24/07/2019
Código do texto: T6667678
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria do poeta brasileiro cristão Jese Ferreira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JESE FERREIRA poesias
Bebedouro - São Paulo - Brasil, 38 anos
150 textos (4868 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/09/19 15:09)
JESE FERREIRA poesias