Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

língua indomável

Ó língua, quem irá prende-lá?... Que boca se fará uma jaula?
Que chicote que a adestrará?... Ou que flauta a encantará?
Quem irá apagar tamanho do seu incêndio?
Só um coração sábio
ou uma boca muda,
que sopra o som sem sentido,
que amansará tamanha fera.
Um membro compulsivo
Com poucos centímetros
Sua insolência pode
provocar uma guerra.
Com uma eficaz oratória
pode-se ganhar as massas.
Em outra nuance,
com um tom lírico,
pode espantar demônios (perturbações).
A língua alcança bênçãos
ou provoca maldições.
Uma palavra pode melhorar um dia
ou acabar com muitos dias.
O doce e o azedo estão no seu paladar
Ela pode curar ou contaminar o corpo inteiro
Como quase todas as coisas do mundo,
a língua é uma espada de dois gumes.
Corta para o bem
ou corta para o mal.
Agora depende de nós
de que lado usaremos.
Para saber qual dos frutos que colheremos.


"A morte e a vida estão no poder da língua; e
aquele que a ama comerá do seu fruto."
Provérbios 18:21
JESE FERREIRA poesias
Enviado por JESE FERREIRA poesias em 08/05/2019
Reeditado em 10/05/2019
Código do texto: T6641936
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria do poeta brasileiro cristão Jese Ferreira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JESE FERREIRA poesias
Bebedouro - São Paulo - Brasil, 38 anos
153 textos (4928 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/19 17:06)
JESE FERREIRA poesias