Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

língua indomável

Ó língua, quem irá prende-lá?... Que boca se fará uma jaula?
Que chicote que a adestrará?... Ou que flauta a encantará?
Quem irá apagar tamanho do seu incêndio?
Só um coração sábio
ou uma boca muda,
que sopra o som sem sentido,
que amansará tamanha fera.
Um membro compulsivo
Com poucos centímetros
Sua insolência pode
provocar uma guerra.
Com uma eficaz oratória
pode-se ganhar as massas.
Em outra nuance,
com um tom lírico,
pode espantar demônios (perturbações).
A língua alcança bênçãos
ou provoca maldições.
Uma palavra pode melhorar um dia
ou acabar com muitos dias.
O doce e o azedo estão no seu paladar
Ela pode curar ou contaminar o corpo inteiro
Como quase todas as coisas do mundo,
a língua é uma espada de dois gumes.
Corta para o bem
ou corta para o mal.
Agora depende de nós
de que lado usaremos.
Para saber qual dos frutos que colheremos.


"A morte e a vida estão no poder da língua; e
aquele que a ama comerá do seu fruto."
Provérbios 18:21
JESE FERREIRA poesias
Enviado por JESE FERREIRA poesias em 08/05/2019
Reeditado em 10/05/2019
Código do texto: T6641936
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
JESE FERREIRA poesias
Bebedouro - São Paulo - Brasil, 39 anos
192 textos (9367 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/07/20 17:12)
JESE FERREIRA poesias