Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EXORTAÇÃO

Vós que sois de tudo o Criador
Vede: minhas mãos estão sujas
Diante de uma fuligem em cujas
Partituras não posso mais compor.

Olhai os nichos do corpo enfermo,
Podei vós dar-me um sinal de cura?
Os pés cansados não me seguram,
Porque sabem que estou em erro.

Sou vassalo do vosso santo indulto,
O que é pecado já não está oculto,
Estendei sobre mim a vossa bênção...

Julgai vós: posso viver sem poesia?
Curai-as... Assim eu me refinaria...
Descreveria do amor vossa oração!


DE  Ivan de Oliveira Melo

Ivan Melo
Enviado por Ivan Melo em 09/03/2019
Código do texto: T6593628
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ivan Melo
Carpina - Pernambuco - Brasil, 65 anos
1977 textos (24027 leituras)
4 e-livros (109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/04/19 03:32)
Ivan Melo