Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


RECANTO

Sua alma
Era recanto de borboletas
E sua mente
Era canto de poesia

Seu coração
Bombeava inspiração
E seu sangue
Corria com magia

Seus pulmões
Respiravam poemas
E seu toque
Transformava vida em escrita

Seu olhar,
Ele refletia
E seus reflexos
Eram sempre uma versão nova de si própria

Ela nunca era a mesma
Mudava a cada segundo
Seu tempo correspondia aos versos
Que se criavam com cada novo pulsar

Mudei tantas vezes ao decorrer destes versos
Cada um deles diz qual a versão de mim
A versão única que não voltará nunca mais
Pois eu estarei mudando
A cada segundo

Meu recanto de borboletas
Estará sempre renovado
Júlia Rossi
Enviado por Ilda Maria Costa Brasil em 27/10/2019
Código do texto: T6780180
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Ilda Maria Costa Brasil
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
1975 textos (107378 leituras)
6 e-livros (1138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/19 16:01)
Ilda Maria Costa Brasil

Site do Escritor