Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOVO OLHAR


NOVO OLHAR

Há uma voz sem eco,
que se perde
no silêncio da noite avançada.
E eu não sei
se é você quem me fala
de algum profundo abismo de sua alma,
que até então,
nao consegue emergir de si.
Fala-me, e eu mal te escuto.
Estende-me as mãos e eu não as alcanço.
Clama-me por socorro,
mas não cita Deus em sua súplica.
A noite avança
em seu precipício, mas não se modifica,
para que mereça a claridade do dia.
Eu estou do lado de cá,
e você do lado de lá.
A vida e o mundo estão confusos
em seu pensar. O que é o céu, senão a paz
na própria alma? O que é o inferno,
senão o tormento no próprio eu obscuro?
Recebo a luz e dou-te,
a cada instante que me suplica
o consolo espiritual que necessita.
Mas pede sobretudo a Deus, que, caso
mereça, lhe será misericordioso,
e lhe enviará os Mensageiros da Luz,
que lhes socorrerá,
lhes doando amparo e eflúvios
regeneradores. E logo perceberá que,
arrependendo-se, as leis morais
lhes prevalecerá na consciência.
Desde então,
a sua voz sem eco, será ouvida
por mim, e mais de perto, pelo
seu anjo da guarda. E a noite,
que parecia sem fim em seu íntimo,
lhe será de novo dia,
como um claro espelho
em seu novo olhar.

Escritor Adilson Fontoura
Adilson Fontoura
Enviado por Adilson Fontoura em 13/02/2019
Código do texto: T6573803
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Adilson Fontoura
Itabuna - Bahia - Brasil
636 textos (8786 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/05/19 18:48)
Adilson Fontoura